Transportadora cegonha: como ter segurança no transporte de veículos?

Últimos comentários

Nenhum comentário para mostrar.
Transportadora cegonha: como ter segurança no transporte de veículos?
Transporte caminhão cegonha-Transporte caminhão prancha-Transporte de motos

Seja por conta de uma mudança de moradia ou para frotas, muitos procuram uma transportadora cegonha. Afinal, essa é uma empresa que oferece o serviço de transporte de veículos em caminhão-cegonha.

Porém, como ter certeza de que a opção escolhida é segura?

De fato, é necessário observar alguns requisitos na hora de escolher a empresa que vai transportar um veículo ou uma frota. A seguir, confira abaixo a seleção com os principais deles e entenda por que são importantes.

Autorização específica

Em primeiro lugar, é fundamental que a transportadora siga a Autorização Especial de Trânsito (AET), documento determinado pelo Contran e que estabelece limites e normas para Combinações para Transporte de Veículos (CTV) e para Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP) — que é o caso do caminhão-cegonha.

Para seguir as especificações, a empresa precisa respeitar as restrições com relação à dimensão do veículo e seguir as regras para circulação, por exemplo.

Aliás, algumas cidades podem fazer exigências diferentes, especialmente em vias com restrições, e é necessário respeitá-las caso o caminhão-cegonha circule por essas regiões.

Principais requisitos de segurança

Agora, você pode estar pensando em quais são os principais requisitos de segurança, certo? Na própria AET estão determinadas as características que o caminhão-cegonha deve ter para que possa operar de maneira segura pelas estradas e vias brasileiras.

Por exemplo, a altura não pode passar de 4,95 metros quando carregado. Já a largura deve ter entre 2,60 e 3 metros. Finalmente, o comprimento — distância entre o para-choque dianteiro e posterior — pode variar da seguinte forma:

  • 14 metros para veículos simples;
  • até 23 metros para veículo articulado — desde que a distância entre os eixos não passe de 18 metros;
  • 23 metros para veículo com reboque.

De acordo com a legislação, o caminhão-cegonha deve ter um sistema de freios conjugados, sinalização traseira específica e lanternas nas laterais.

Além disso, também é preciso seguir as normas sobre velocidade e circulação nas rodovias e vias urbanas. Para se ter uma ideia, a velocidade máxima é de 80 km/h durante o dia — período do amanhecer ao pôr do sol.

Como saber se a transportadora cegonha é segura?

Sem dúvidas, checar se a transportadora cegonha segue as regras indicadas pelo Contran é uma das formas de saber se ela é realmente segura.

Aliás, antes de escolher uma empresa que faça esse tipo de serviço, também é fundamental verificar se ela disponibiliza para os clientes seguro total contra roubo, danos e acidentes.

Adicionalmente, confira ainda qual é a lotação máxima de um caminhão-cegonha e as recomendações para a entrega do veículo antes dele ser transportado. Lembre-se também de pesquisar a reputação da transportadora cegonha no mercado e até mesmo feedbacks de outros clientes.

Por fim, verifique a equipe de motoristas e confirme se eles são especializados nesse tipo de transporte. Leve em conta todos esses aspectos em conta antes de fechar negócio.

Dessa forma, será possível evitar prejuízos e dor de cabeça no futuro caso algum imprevisto aconteça!

Viu só como é importante verificar os principais itens de segurança na hora de buscar os serviços oferecidos por uma transportadora de veículos? Então, aproveite para esclarecer ainda mais dúvidas e receber um orçamento personalizado da Brasil Autos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *